Perguntas Frequentes

 

  • Porque é que tanta gente diz que as bolas funcionam?
    – Por várias razões, sendo a principal o facto de que ao substituirem o detergente pela bola assumirem que o resultado da lavagem se deve à bola, mas sem nunca experimentaram fazer uma lavagem só com água para determinar se a bola faz de facto alguma coisa.
    – Por outro lado, há também a vontade de acreditar que possa existir uma solução tão boa para o ambiente.
    – Porque emitem a sua opinião após apenas uma ou duas lavagens, em que o detergente de lavagens anteriores ainda está presente na roupa.
    – E porque existem ainda muitos falsos testemunhos feitos por vendedores que procuram promover o produto.

 

  •  Se as bolas não fazem nada, então como é que a roupa sai lavada?
    – A roupa do dia-a-dia, principalmente a de quem tem um trabalho sedentário que não envolve esforço físico e é feito em ambiente limpo, tem pouca sujidade e apenas a acção mecânica da máquina de lavar e a água quente resultam numa lavagem razoável.
    – De notar que as instruções de muitas das bolas recomendam tomar acções externas às bolas para melhorar o efeito da lavagem, como seja a adição de pequenas doses de detergente, o uso da máquina com carga inferior à máxima permitida e a utilização de produtos para remover nódoas.
  •  

  • Pode ser  que as bolas não façam grande coisa, mas pelos menos ajudamos o ambiente eliminando os detergentes. Porque é que não havemos de as utilizar?
    – Porque em termos de lavagem obtemos o mesmo resultado só com água e sem gastar dinheiro em bolas. E sem detergente.
    – Porque em termos de ambiente obtemos um resultado ainda melhor evitando a poluição causada pelo fabrico, transporte e lixo/reciclagem das bolas. Isto é particularmente relevante dado que a maior parte das bolas é produzida na China, que, para além da distância, é bem sabido que muitas das suas fábricas têm péssimas condições ambientais e humanas.
    – Porque vamos incentivar mais pessoas a envolverem-se no fabrico e venda de produtos igualmente enganadores, em vez de produzirem algo de útil para a sociedade. Com um preço de venda elevado , os vendedores têm o lucro assegurado. “Vale sempre a pena experimentar” é o que os vendedores mais querem ouvir. Veja-se nas imagens abaixo os preços de revenda (Janeiro de 2011) e de venda ao público (Novembro de 2010, anteriormente  aproximava-se dos €40).

 

 

  • Só foram testadas algumas bolas, podemos concluir que nenhuma funciona?
    – Não, mas parece ser esse o caso tendo em conta que:

    • Até agora nenhuma das bolas testadas demonstrou ter alguma eficácia significativa.
    • Não se conhece nenhum dos profundos estudos científicos que as publicidades invocam, para que possam ser analisados, nem os seus autores, para que possam ser confrontados.
    •  Se funcionassem, seriam uma inovação científica importante que os seus autores já teriam certamente divulgado e sujeitado à apreciação da comunidade científica e a testes por entidades competentes, para comprovarem a sua eficácia e obterem o reconhecimento e os lucros devidos pelo seu trabalho.

 

%d bloggers like this: